100%

A Câmara Mirim

Trabalhar a consciência política e os valores éticos e morais já a partir infância é uma prática que o Poder Legislativo de Não-Me-Toque em conjunto com a comunidade escolar do município tem adotado desde os anos 80. Esta preocupação transformou-se em ação prática com a criação da Câmara Mirim, em 1983, através de uma lei municipal, que oficializou a participação das crianças estudantes na vida legislativa do município, representando suas escolas.

Oficializada através da lei municipal 863 de 1º de dezembro de 1983, e alterada pela Lei Municipal nº 4.144 de 27 de dezembro de 2012, a Câmara Mirim transformou-se em um evento tradicional e obrigatório no município, integrando-se as atividades anuais do Poder Legislativo.

Com o início do ano letivo, a câmara orienta as escolas para realização da eleição e os vereadores percorrem os educandários explicando aos alunos o papel do vereador, sua importância no regime democrático e como se dá uma eleição, ressaltando princípios éticos e morais e incentivando os pequenos a participar da vida política.

Cada vereador mirim tem um vereador padrinho, que o orienta durante o mandato.
A eleição de vereadores mirins é realizada entre alunos do 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental que frequentam escolas municipais, estaduais ou particulares do Município.
 

A Câmara Mirim

A Câmara Mirim